Por: André Marques | 4 anos atrás

Na madrugada do último domingo, a Polícia Federal, em parceria com o Batalhão de Choque da PM de Florianópolis, aprendeu uma quantidade imensa de cocaína avaliada em R$ 1 milhão.

Os policiais encontraram a carga em um local que não é novidade em matéria de ‘esconderijos’ para traficantes: um fundo falso entro o parachoque e o porta-malas do veículo.

Nas palavras do Tenente Riskala, a PF recebeu a denúncia em questão na tarde do sábado e preparou um flagrante com o auxílio do Batalhão de Choque. O veículo-alvo era um Peugeot com placa de Ponta Porã, MS, onde foi encontrado um homem de 23 anos que transportava a droga. O local de encontro era em um posto de combustível nas margens da BR-101, em uma parte da Via Expressa de São José, em torno das 23h.

carro_droga

 

Os policiais chegaram a uma casa no centro de São José enquanto seguiam o carro. A mulher do rapaz também fazia parte do esquema, tem 21 anos ficou encarregada de fazer a vigilância da descarga da droga. Ela é noiva do dono da casa, de 22 anos, que também ajudava no processo. Todos foram presos em flagrante e o veículo levado a à PF.

Nenhum deles tinha qualquer passagem pela polícia, mas não vão escapar da prisão dessa vez. A operação se extendeu até as 7h da manhã do último domingo, os 3 marmanjos foram levados ao Presídio Masculino de Florianópolis e a menina ao Presídio Feminino da cidade.

Três dos quatro presos possuem menos de 25 anos, ou seja, acabaram com a vida deles antes mesmo dela começar, é triste.

via G1 SC