Por: Gabriela Bubniak | 26/02/2016

O Centro Empresarial de Jaraguá do Sul vai estar mais colorido nas próximas semanas. Uma obra de encher os olhos vai encantar quem passar pelo local. Até o dia 10 de março, um dos elefantes da Elephant Parade estará na cidade para divulgar a iniciativa, que visa auxiliar entidades filantrópicas e lutar em prol da preservação dos elefantes.

A obra, pintada pelo artista Jullian Gallasch, será leiloada e terá 20% do valor arrecadado destinado à Associação de Amigos do Autista (AMA) de Jaraguá do Sul.

No total, a iniciativa reúne 80 obras expostas em Santa Catarina, que devem beneficiar cerca de 60 entidades.

Além da peça exposta em Jaraguá do Sul, o público encontra uma em Joinville, duas em Balneário Camboriú, quatro em Capivari de Baixo e 72 em Florianópolis, onde o projeto brasileiro foi criado.

O leilão das obras ocorre em duas partes: a etapa online, pelo site elephantparade.com.br/leilao, e a etapa presencial, que será no dia 2 de abril no Jurerê Sports Center, em Jurerê Internacional, na Capital.

Primeira da América Latina
Florianópolis foi a primeira cidade da América Latina que recebeu o projeto em 2015. Criado pelo holandês Mike Spits, a Elephant Parade foi inspirada em uma bebê elefante da Tailândia, a Mosha, que aos seis meses de idade perdeu uma das patas ao pisar em uma mina terrestre.

O evento foi a forma encontrada para buscar recursos para cuidar do animal e também ajudar todos os outros elefantes asiáticos que sofrem com minas e maus tratos. Conheça o projeto Elephant Parade, que movimenta o mundo todo.

Fonte: OCP Online
Foto: Eduardo Montecino/OCP