Por: Ricardo Daniel Treis | 11/02/2011

A prefa está pedindo, precisamos disso para receber mais casco do governo federal.

O governo federal exige que os municípios tenham ao menos 80% de sua população cadastrada no SUS para que haja incentivos destinados à saúde. Jaraguá do Sul tem 88.708 pessoas com a carteirinha do SUS, o que representa apenas 62% da população. Para conseguir mais investimento federal no município na área da saúde, é necessário que mais 18% da população, ou cerca de 25 mil pessoas, faça o seu cadastro no SUS.

Para fazer a Carteira Nacional de Saúde basta ir até o posto de saúde mais próximo (há 18 postos em Jaraguá do Sul) com a carteira de identidade, o CPF e um comprovante de residência atual. A carteira é feita na hora sem nenhum custo ao paciente. Para crianças, o documento pessoal exigido é a certidão de nascimento, além dos documentos do responsável e o comprovante de residência.

O secretário da Saúde, Francisco Airton Garcia, esclarece que, além de se conseguir mais recursos para o município, fazer a carteirinha do SUS pode significar atendimento mais ágil na hora da vacinação, possibilidade de aquisição gratuita de medicamentos da Farmácia Básica, atendimento nos programas municipais de saúde, como DST/Aids, Saúde Mental, além de auxiliar no controle e planejamento de ações para melhorar a saúde de Jaraguá do Sul. 

Mesmo que você tenha plano de saúde, compareça ao posto mais próximo e peça sua carteirinha do SUS. Todos ganham com essa atitude simples.