Por: Ricardo Daniel Treis | 3 anos atrás

Matéria por Natália Trentini, O Correio do PovoHOMAGO-Holando-Marcelino-Gonsalves-aniversario-em-14

Faleceu na tarde desta segunda-feira (16), uma figura que desempenhou papel fundamental para o desenvolvimento da educação em Jaraguá do Sul. Nem todos o conheceram pessoalmente, mas muitos reconhecem o nome de Holando Marcellino Gonçalves, que morreu aos 90 anos após lutar por mais de um ano contra o câncer.

“Ele nos deixa ume exemplo de trabalho e persistência. De que quando você quer, consegue chegar a qualquer lugar. E acima de tudo, ele sempre dizia que só com educação e cultura conseguimos mudança”, afirmou a filha, Maria Júlia Emmendorfer, 61 anos.

As lições deixadas por Gonçalves foram além da teoria. A força de vontade do educador deixou um legado na cidade, como a fundação da escola que leva seu nome. Ele foi um dos responsáveis pela obra, ao lado dos companheiros de comissão e moradores, Siefried Krentzfeld, Rudolfo Kreis e Miguel Petry, no ano de 1965.

Após a inauguração, a escola cresceu e se tornou referência em educação de qualidade. Na década de 70 ela foi pioneira. Gonçalves ministrou aulas de Técnica Industrial aproveitando o conhecimento adquirido em curso realizado em Florianópolis e os alunos passaram a aprender uma profissão. O supletivo surgiu em 1978. Os alunos vinham de vários pontos da cidade atraídos pela oportunidade de voltar a estudar.

Em 1979, foi convidado para exercer a função de Inspetor Escolar em Joinville até sua aposentadoria em 1981, quando tinha apenas 35 anos. Ele passou pela experiência de professor primário, ginásio e segundo grau, até fazer o concurso público estadual para o cargo de diretor.

As últimas homenagens serão prestadas hoje durante o velório na Capela Maria Leier.  O sepultamento está marcado para as 16h30, saindo para Cemitério Municipal do Centro.