Por: Deivis Chiodini | 3 anos atrás

Que grande mês no UFC! Com eventos repletos de lutas alucinantes (Lawler x MacDonald 2 virou clássico instantâneo), nada como fechar com uma esperada revanche valendo cinturão entre TJ Dillashaw e Renan Barão. Após a luta ser cancelada 2 vezes, chegou a hora de ver se TJ se manterá como campeão ou Barão retomará o cinturão.

Dillashaw-vs-Barao-2-UFC-Chicago-Poster

O card tem inicio as 17 horas com transmissão do Canal Combate. Abaixo um raio X completo do main event:

BIOGRAFIA

O americano TJ Dillashaw tem 29 anos e treina na Team Alpha Male. Pesa 61 quilos, tem 1,68m de altura e sua envergadura é de 1,73m.Ele iniciou sua carreira no wrestling competindo por Fullerton e participou do TUF 14, perdendo a decisão para John Dodson. Tem um cartel 11 vitórias e duas derrotas. Destas vitórias, 3 vieram na decisão, 3 por finalização e 5 por nocaute. Suas principais vitórias foram sobre Renan Barão,Mike Easton e Joe Soto.

Barao and Dillashaw

O brasileiro Renan tem 28 anos e treina na Nova União, com Dedé Pederneiras. Pesa 61 quilos,tem 1,68m de altura e sua envergadura é de 1,78m. Barão é faixa preta de jiu jitsu (o centésimo graduado por Dedé Pederneiras) e lutou no Shooto, Jungle Fight e WEC antes de estrear no UFC, onde foi campeão até perder para TJ Dillashaw. Seu cartel é de 33 vitórias, duas derrotas e um No Contest. Destas vitórias, 10 vieram na decisão, 8 por nocaute e 15 por finalizações . Suas principais vítimas foram Urijah Faber (2x), Michael McDonald, Brad Pickett, Scott Jorgensen e Mitch Gagnon.

TROCAÇÃO

Moldado no striking por Duane Ludwig, TJ surpreendeu o mundo a dominar Barão na trocação no UFC 173. A chave do seu jogo de pé é a movimentação constante. TJ dificilmente fica parado, seu jogo de pernas e constantemente troca de base. Pernas agachadas e combinações soco reto (jab ou direto) com chute circular é extremamente eficaz no seu bate-sai. A facilidade em achar ângulos não ortodoxos e conseguir conectar golpes deles chama a atenção. Com toda essa movimentação, seu sistema defensivo é excelente.

baraõ

Barão costuma jogar mais plantado que seu adversário, mas isso não o torna menos eficaz. Dono de muay thai extremamente técnico, ele costuma recuar para defender em vez de esquivar o que na curta distância pode ser um problema, pelo pouco pendulo do brasileiro. Mas em compensação, Barão desenvolveu o contra golpe recuando com eficácia. Com vantagem na envergadura (ótima para divisão), Barão usa muito bem o jab para medir a distância para entrar em sequências curtas de até 3 golpes. Se com as mãos as vezes acaba se abrindo demais ao atacar, é um excelente chutador, utilizando dos low kicks e chute no corpo com maestria, além de rodados e joelhadas voadoras surpreendentes.

LUTA AGARRADA

Wrestler de origem, TJ ainda não foi derrubado desde que chegou ao UFC. Sua constante movimentação aliada ao bom wrestling lhe permitiu não ser colocado de costas no chão. Ofensivamente, ele gosta de atacar no single leg e sua prioridade no chão é controlar as posições e aplicar seu bom ground and pound, aplicando pouco o jiu jitsu treinado por Fábio Pateta para buscar a finalização.

20111201072412_IMG_1741

Se no começo da carreira Barão era um guardeiro dono de triângulo como arma principal, Dedé e o MMA o tornaram um passador de alto nível. Com defesa de quedas muito acima da média (97%), Barão tem mais dificuldades para derrubar. Mas uma vez por cima tem um jogo de pressão muito forte, com giro constante, bons ataques as costas e a temida finalização símbolo da Nova União: o katagatame.

CONDICIONAMENTO FÍSICO E PSICOLÓGICO

Acostumado a lutas longas, como todos Alpha Male, TJ mostra gás acima da média para manter a movimentação inquietante até o final da luta. Um poço de confiança, TJ é psicologicamente forte e não parece se abalar com nada.

barao vs tj

Também acostumado a lutas de 5 rounds, Barão tem gás de sobra para enfrentar uma guerra contra TJ. Se durante a luta ele parece não se abalar, resta saber se ele não deixará a emoção pela revanche falar mais alto, o que pode lhe levar a um erro.

PROVÁVEL ESTRATÉGIA

TJ deve apostar na receita que deu certo na primeira luta. Movimentação, colocando pressão o tempo, fazendo o jogo de bate e sai, para em determinados momentos colocar Barão na grade e usar sua velocidade no pocket.

414507d312e49c9d403a771e71a15e4f_crop_north

Manter a luta na longa distância, usando os jabs e os chutes baixos para quebrar o ritmo e a movimentação de TJ. Antever a movimentação de TJ na troca de bases e contragolpear com velocidade.

ARMA “SECRETA”

Já imaginou Barão tentando quedar TJ e sendo finalizado na famosa guilhotina da Alpha Male?

UFC 165: Barao v Wineland

Nada me surpreenderia mais do que Barão colocando TJ de costas no chão. O que viria dai em diante é mera formalidade, seja o nocaute ou a finalização, pois a maior surpresa já teria ocorrido.