Por: João Marcos | 3 anos atrás

Sempre incentivei e prestigiei a cena autoral da região. Curto demais bandas que em meio à preferência do público por covers e interpretações, acham um rumo para tocar seu estilo próprio, e investir no sonho de ser um rockstar partindo do seu talento e trabalho.

Quebraceira underground. Saudades Casa do Nens.

Quebraceira underground. Saudades Casa do Nens.

Pensando que hoje é o Dia Mundial do Rock, separei uma listénha com músicas de algumas bandas aqui da região, escolhidas para embalar a tarde dessa segunda e provar que para o som ser bom, não precisa ser “gringo”. 😛

#Deserta – Luzes
Essa foi lá de 2013, lembro que até fiz uma publicação por aqui falando do lançamento. Os caras tão direto por aí, eles são praticamente parte do patrimônio do Sacra e são sucesso de público toda vez que confirmam show por lá ou qualquer outro bar.

#Rec on Mute – True Colors
B A N D Á Ç A da região. Desde que vi os caras pela primeira vez lá no Blackbird, procuro acompanhar. É sonzêra fina demaaais:

#Fly-X – Happy
Clássica de Guaramirim! O que é esse clipe na cidade? Hahaha, cara, demais!

#Tiago Wickman – Renascer
Tem também essa sonzeira fina do Tiago Wickman, que quando lançou também comentamos aqui. Rola uma pegada bacana de Zé Ramalho no estilo:

#A Outra Ordem – Fantasma
E aí tem essa pedrada na orelha da galera d’A Outra Ordem:

———–
LEIA TAMBÉM: Curupira Rock Club – Não deixemos a cena morrer
———–

Faltou alguém na lista? Mandaí nos comentários para incrementarmos a playlist, que essa aí foi de leve só pra dar início nos trabalhos. 🙂

E pra fechar o post, comprovando que sou fanboy mesmo e curto demais o lugar, segue mais uma vez o link do documentário que conta toda a história de lá onde “o Pai cura e o Filho pira”:

A cena ainda sobrevive (mesmo que respirando por aparelhos, ela ainda está aí!).

————
LEIA TAMBÉM: Conheça o projeto do Centro Cultural “Curupira Rock Club”
————

E, como ainda é tempo… Feliz Dia do Rock, amigos!