Por: João Marcos | 6 anos atrás

Parabéns a todos os mestres que apesar de mal remunerados, com baixo prestígio social e responsabilizados covarde e injustamente pelo fracasso da educação, continuam apaixonados pelo seu trabalho, resistindo a todas essas adversidades e mostrando cada vez mais o quão difícil, porém realizadora é sua profissão.

Queira Deus que eles jamais larguem sua missão de educar, mesmo com todos esses desafios, pois sabe-se muito bem que o valor de uma educação afinal, como disse George Lichtenberg:

Um professor não educa indivíduos. Ele educa uma espécie inteira.