Por: Ricardo Daniel Treis | 5 anos atrás

Há uma maldição latente existente sobre cada ser humano desse planeta, ela se chama obra. Felizes aqueles que não precisam passar por esse processo e compram um lar já pronto; mais felizes aqueles que conseguem passar pelo processo sem se incomodar com uma única das variáveis, seja a torneira ou o pedreiro escolhido.

“Não é só pelos R$0,20″, e de fato, tenho certeza que 99% de vocês aí que já tiveram que construir algo vão entender a atitude do jovem no vídeo abaixo:

[youtube_sc url=”http://youtu.be/v21WiXspRO0″ width=”640″ autohide=”1”]

A caixa de comentários do cara chove com aprovações, e claro, sempre surgem os entendidos ali no meio. Alguém pode comprovar a veracidade desse depoimento?

BRAVO! FANTÁSTICO CARA! Mesmo que eles queiram te processar, não podem pq vc tem a nota da compra e eles não tem o recibo de entrega. E se tentarem te processar por vandalismo, ainda vão ter que te indenizar pelo que falta, pelos prejuízo causado a sua família pelo atraso da obra e pelo constrangimento ilegal do segurança te seguindo como forma de ameaça. Parabéns, esse mostrou que é homem!

Se for o caso, ai das lojas se essa moda pega.

No descritivo do vídeo, o autor explicou-se novamente:

SOLUCIONOU? NÃO, MAS ESTOU SATISFEITO
1) Ninguém saiu fisicamente machucado do incidente;

2) Estive por 04 (quatro) vezes, 04 VEZES antes na loja tentando dialogar, conversar. Detalhe: tenho tudo GRAVADO: a canseira, as mentiras, falsas promessas, injúrias, e um prejuízo financeiro direto de mais de R$ 1.000,00, sem contar 04 dias de ausência parcial no meu trabalho, gasolina gasta para ir do meu emprego de São Miguel para a loja na Móoca (Radial Leste); 01 semana de obra parada, raiva, frustração e deixaram minha mãe doente por conta do nervosismo e stress gerado com a situação (cara, mexeu com a minha Véia, lascou!).

3) Não sou adepto à violência, não acho que as coisas se resolvem desta forma, mas se COMPRO e PAGO algo e a empresa não entrega, peço a devolução do dinheiro e a empresa não devolve de imediato, pede prazo de 15 a 45 dias ÚTEIS, isso para mim é flagrante desrespeito ao Código de Defesa do Consumidor, artigo 35, inciso III e mais: para mim, é apropriação indevida, pra não dizer #ROUBO.

Então, como não resolveram nas 04 oportunidades anteriores que tiveram, como não tiveram sensibilidade, disposição, voluntarismo e competência para resolver um problema que eles mesmos criaram, apenas fui buscar na loja o que era meu, já estava pago. Nada mais. E a forma como eu levo isso: em mãos ou quebrando, decidi no calor da hora.

Solucionou? Resolveu? Não, mas de verdade: fiquei SATISFEITO. E isso o que importa. Satisfação GARANTIDA, não é verdade? Que sirva de lição para esta e outras empresas tratarem MELHOR a seus CLIENTES.

DEDICADO À TODO TRABALHADOR QUE JÁ TEVE PREJUÍZO NAS GRANDES EMPRESAS DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO.