Por: Sistema Por Acaso | 29/01/2015

roubo-de-carros

Um carro pode ser roubado em menos de 60 segundos e a maior parte dos carros roubados nunca são recuperados. Mais de um milhão de carros são roubados a cada ano, o que equivale a cerca de um carro a cada 26 segundos. Tomando algumas precauções adicionais de segurança você pode evitar ser a próxima vítima.

Obviamente, não é possível questionar os criminosos sobre os motivos que os fazem desistir de certo carro, mas especialistas em roubos e furtos de veículos conseguem delinear quais características costumam deixar o carro menos “roubável” ao estudar os históricos deste tipo de crime, e outras que estimulam o roubo, veja a seguir :

O que atrai os ladrões de carro:

– A revenda das peças do veículo é uma das principais razões para roubos no Brasil. Os carros preferidos dos ladrões são os mais populares, por serem mais fáceis de revender peças, mas isso não quer dizer que carros mais caros estejam fora do alvo, claro. Nesse caso, eles são roubados como uma forma de encomenda. Nessa situação, o ladrão não se importa com os acessórios ou objetos que possam existir em seu interior, querem apenas o modelo do carro. Adquirir o seguro do veículo tem como a principal vantagem a possibilidade de comprar um modelo igual com o dinheiro dado pela seguradora.

– O horário também conta. Os ladrões preferem roubar durante a manhã, porque possuem mais tempo para dirigir e distanciar-se. Locais com fácil rota de fuga, como avenidas ou ruas próximas a rodovias são os locais preferidos.

– A facilidade também conta muito na hora de decisão de roubo. Se o ladrão visualiza que o motorista está distraído, é um alvo mais fácil. A desatenção, principalmente quando o motorista usa o celular enquanto dirige (quando, por exemplo, está parado num congestionamento) é o cenário perfeito para o ladrão. Cenários como andar com vidro aberto, demorar a sair do veículo após estacionar, esperar alguém sair de casa com carro ligado são os alvos mais fáceis para a ação de criminosos.

– Já que muitas vezes o veículo pode ser roubado para ser usado em outro crime (como assaltos a empresas, comércio ou residências), os ladrões também buscam veículos com porta-malas grandes.

– Os adesivos que o carro possui são uma boa pista sobre a profissão do motorista. Um adesivo sobre uma certa profissão ou com declarações como “I love Apple” podem dar uma pista da condição social do condutor do veículo.

O que afasta o roubo do carro:

Claro que toda tecnologia de hoje, não impede o roubo, “A melhor das tecnologias atrasa o roubo em até três minutos, se o roubo for em uma cidade grande, o ladrão desiste. Mas se for em uma cidade calma, persiste até conseguir impor a sua tecnologia à da montadora.” diz Ademir Fuji, que trabalhou por 30 anos com seguros de carros e hoje é consultor do Sindicato das Seguradoras de São Paulo.

Veja a seguir características que os ladrões não gostam em um carro, ou que podem ser um critério de desempate na hora que eles decidem qual carro roubar. (Sindseg-SP), cidade responsável pelo maior número de roubos do país.

– Os carros com cores mais chamativas são evitados pelos ladrões por dois motivos: a maior facilidade de localização do veículo depois de roubado; e a menor procura no mercado paralelo, tanto por conta da maior dificuldade de revenda (por serem carros que não agradam a todos os gostos)

– Os carros que não possuem acessórios são os menos roubados, pois têm menos peças para serem revendidas. Geralmente os ladrões visam carros com rodas metálicas, rádios, tevês, GPS entre outros equipamentos que podem ser vendidos separadamente. Os rádios originais de fábricas não interessam aos bandidos.

– Apesar de ser uma indicação controversa, há especialistas que acreditam que o uso de película afasta o ladrão. Isso aconteceria porque o ladrão não pode ver quantas pessoas e quem está dentro do carro, fazendo com que tema a reação das pessoas.

– Estacionar o veículo em locais movimentados e claros também inibe a ação de ladrões.

– As rodas são o principal alvo dos roubos hoje em dia porque são vendidas muito facilmente. Como não existe uma identificação da roda com o veículo roubado, muita gente acaba comprando as rodas em qualquer lugar sem saber se elas são fruto de um roubo

– Travas manuais podem inibir a ação do ladrão ao serem avistadas. As travas de volante e as travas de câmbio acabam criando um grau de dificuldade para a ação do criminoso e ele pode deixar de agir ao ver a trava. Não vai evitar 100%, mas vai dificultar o roubo.

Via Mundo Conectado.