Por: Gabriela Bubniak | 2 anos atrás

“Dietas não tem gosto”, “Comida de dieta é cara!”, “Vou passar fome”.

Você acredita numa dessas expressões? Recentemente abrimos a caixa do site para que os leitores enviassem perguntas para nossa nutricionista consultora, Lidiane de Carvalho Atala, e vimos que havia uma grande quantidade de mitos incomodando o pessoal.

Dá pra ter uma vida boa comendo com restrições? Bom, confere os tópicos abaixo então, que a Lidiane explica tudo pra vocês. 😉

1 – Serei obrigado a comer comida sem sabor ou ingredientes que não gosto

Mito. Na consulta, a nutricionista vai fazer várias perguntas (anamnese alimentar) e questionar sobre rotina, preferências alimentares, saúde e muitas outras questões. Baseado nisso, um cardápio será elaborado individualmente. Por fim, todos os alimentos podem ser substituídos, por isso tenha um diálogo aberto com a nutricionista sobre suas preferências.  

2 – O cardápio que o nutricionista passa é sempre caro demais

Mito. Mais uma vez entra a necessidade de uma conversa franca e aberta com o profissional. Alimentação saudável pode ser barata, sim, e de acordo com sua disponibilidade financeira. Nosso papel como nutricionista é levar a alimentação saudável para todas as classes sociais.

3 – Quem adota uma dieta saudável precisa parar de consumir bebidas com álcool

Depende do seu objetivo. Por exemplo, atleta e álcool não combinam, fora as calorias a mais na dieta. Mas um vinho, por exemplo, está liberado em alguns casos e em quantidades controladas. Mais uma vez, vale o diálogo.

4 – Vou passar fome

Mito. Se estiver com fome, exponha o que tem sentido ao profissional. Muitas vezes a fome fisiológica é confundida com fome emocional ou até mesmo sede. Tudo precisa estar em equilíbrio: alimentação, hidratação, sono, saúde emocional.

nutricionista-por-acaso-divulgação-profissional

5 – Nutricionista só entende de alimentação saudável

Mito. Conversamos sobre tudo. Inclusive sobre os exames bioquímicos, rotina, sono, imunidade, saúde intestinal, libido, e muitos outros assuntos. Todos estes aspectos também podem ser influenciados pela alimentação.

6 – Nutricionista bom é nutricionista magro 

Mito. Para todos, existem biótipos diferentes e vários fatores que devem ser considerados, como é o caso de doenças, tratamentos medicamentosos, entre outros. Hoje a sociedade prega um padrão de beleza para todas as pessoas, o que não é real. Somos diferentes e o que deve ser considerado é a saúde como um todo.  

7 – Ser gordinho significa não ser saudável

Depende. Antes de classificar o estado nutricional, é preciso uma avaliação física, nutricional e bioquímica. Não posso taxar uma pessoa de “gordinha”, é preciso critérios para classificação de sobrepeso e graus de obesidade, que são referências da Organização Mundial de Saúde (OMS). Pessoas com sobrepeso podem ser saudáveis, sim.  

Que tal deixar a neura de lado e ir consultar um nutricionista? Uma coisa é certa: sua vida vai mudar pra melhor, sem se obrigar a fazer coisas que não gosta. 😉

Fotos: Divulgação