Por: Gabriela Bubniak | 14/03/2017

Assim como o seu chefe às vezes está de olho no que você anda publicando nas redes sociais, agora o “Leão” também está. A Receita Federal agora vai começar a fiscalizar o pessoal que tem uma vida de luxo nas redes sociais, mas no Imposto de Renda se declara miserável. Isso não é “muito Black Mirror”?

Aquela selfie no carrão, lanchas, champanhe, muito glamour… os fiscais da Receita estão vendo tudo, e quem não declarar isso tudo pode ter problemas. Esse ‘Big Brother’ da Receita pode levar muita gente para a malha fina.

O processo de verificação é realizado em um ambiente de segurança máxima, onde supercomputadores são programados para cruzar os dados dos contribuintes e identificar casos suspeitos de fraude.

Para proteger as investigações, a Receita Federal não divulga detalhes, mas segundo eles 2 mil tributários já foram flagrados se exibindo nas redes. Porém, não para por aí, pois o contrário também acontece! Um exemplo é o de uma pessoa que declarou R$ 100 milhões como patrimônio, mas ao mesmo tempo postou fotos em um churrasco na laje. Esse era o caso de um “laranja”.

No momento, esse cruzamento de dados é o principal foco da Receita para identificar fraudes cometidas por quem não resiste em publicar ostentação. Mas afinal, quem não deve não teme, certo?

Fontes: Bom Dia Brasil e Tecmundo