Por: Max Pires | 23/08/2010

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) alerta a população sobre a ação de falsos recenseadores na região do Vale do Itapocu. Usando como argumento o Censo 2010, golpistas abordaram moradores no bairro Ilha de Figueira e em Schroeder. “No começo, não demos muita importância. Achamos que um recenseador poderia ter ido a alguma área que não era a dele. Mas, mais moradores de Schroeder nos avisaram que o mesmo fato tinha ocorrido por lá, constatamos que realmente havia alguém se passando por pesquisador e resolvemos fazer o alerta”, disse o agente censitário regional, Nilson Antônio Gonçalves de Souza.

Ele conta que, ao contrário dos funcionários credenciados pelo IBGE, os falsos recenseadores pedem os números de documentos pessoais, como carteira de identidade e cadastro de pessoa física (CPF), além de dados bancários dos entrevistados.

Segundo denúncia feita em Schroeder, os golpistas chegaram a fazer fotos de fachadas nas casas visitadas. “Isto é totalmente irregular. Se ocorrer, a família deve chamar a polícia porque é golpe”, aconselha Souza.

O agente censitário lembra que na abordagem feita pelos pesquisadores credenciados não são pedidos os dados pessoais dos entrevistados. “O recenseador solicita apenas que o cidadão responda as 36 questões do questionário básico e outras 108 do questionário de amostra, sem dar o número de identidade ou CPF e, muito menos, a conta do banco”, explicou o agente censitário.

Via AN.