Por: João Marcos | 17/04/2012

Banda americana de rock, formada em 1996 na cidade de Augora Hills, Califórnia. O Linkin Park encabeçado pelos vocalistas Mike Shinoda e Chester Bennington é considerada umas das maiores bandas de rock no cenário musical contemporâneo, sendo o porta voz do estilo Nu-Metal no mundo.

Quando Bennington e Shinoda se conheceram a banda chamava-se Hybrid Theory (futuramente o nome de seu primeiro álbum de estúdio), mudaram o nome para Linkin Park em homenagem ao Lincoln Park, em Santa Mônica, Califórnia. Local onde os integrantes da banda costumavam se encontrar. A ideia inicial era usar o mesmo nome do parque, mas por questão de direitos autorais não foi aceita.

Em 1999, começaram a trabalhar em tempo integral em seu primeiro projeto. Neste mesmo ano, lançaram uma fita demo expondo seu trabalho pela primeira vez. O grupo levou esta fita para várias gravadoras e chegaram a fazer quarenta e duas apresentações diferentes para empresários e produtores musicais de Los Angeles, contudo, acabaram sendo rejeitados pela maioria. Depois de muita procura a banda assinou  com a Warner Bros. Records ainda em 1999, por recomendação do produtor musical Jeff Blue.

A partir daí sua carreira deslanchou,  a banda já vendeu mais de 50 milhões de álbuns e ganhou dois Grammy Awards. Em 2000 lançaram seu primeiro álbum o Hybrid Theory, que foi certificado pela RIAA como disco de diamante 5 anos depois.

O álbum seguinte, Meteora, continuou o sucesso da banda, com o topo no gráfico de álbuns Billboard e foi seguido por um extenso trabalho de caridades e de turnês em todo o mundo. Durante a turnê deste disco, o Linkin Park foi nomeado pela MTV a sexta maior banda da era de videoclipes, e a terceira melhor do novo milênio, atrás de Oasis e Coldplay.

Seu terceiro álbum de estúdio, Minutes to Midnight, atingiu o topo das paradas da Billboard e teve a terceira melhor estréia na semana de qualquer outro álbum sendo o disco mais vendido no mundo em 2007. O trabalho mais recente da banda, A Thousand Suns, foi lançado oficialmente em 14 de setembro de 2010, tornando-se líder de vendas em mais de quinze países.

Inclusive este último álbum, foi o grande divisor de águas da história da banda, chegou em 2010 polarizando os fãs antigos, que repudiavam o disco por não conter a essência do que era a banda alguns anos atrás, porém ganharam muitos novos fãs. A turnê mundial passou pelo Brasil logo no começo e continuou até setembro do ano seguinte.

Com o próximo disco, Living Things já em produção, a banda promete voltar ao básico: produzir músicas que são um híbrido entre o gosto musical dos seis integrantes, mas temperado com os anos de experiência. Vamos aguardar para ver o que o talento dessa rapazeada nos reserva.

Ahh aquelas festas undergrounds hein! Falta muita música e espaço nesse post pra colocar tudo, Numb, Waiting for the End, Somewhere I Belong, dentre muitas, muuuuitas outras. Mas vão dois hinos ae pra quebrar tudo nesse fim de terça.