Por: João Marcos | 10/04/2012

Antes de tudo vamos esclarecer uma coisa, Charlie Brown é o nome da banda, o “nome” do vocalista é Chorão, ok?

Charlie Brown Jr, é uma banda brasileira de rock formada em Santos no ano de 1992. Mistura vários ritmos como o hardcore, reggae, rap e o skate punk, criando um estilo próprio. Suas letras fazem críticas à sociedade da perspectiva do universo jovem contemporâneo.

“Fundei e batizei a banda com esse nome em 92. Foi uma coisa inusitada. Trombei (literalmente) com uma barraca de água de coco que tinha o desenho do Charlie Brown, aquele personagem do Charles Schulz, mais conhecido por ser o dono do Snoopy. E o “Jr” é pelo fato de sermos filhos do rock”   – Chorão.

A banda se considera “filha” de uma geração de músicos e bandas como Raimundos, Nirvana, Red Hot Chili Peppers, Nação Zumbi e Planet Hemp.  A sonoridade do grupo tinha influências de grupos como Sublime, Bad Brains e 311, misturando hardcore, skate e reggae.

Uma fita demo foi entregue a Rick Bonadio, presidente da Virgin Records na época e produtor dos Mamonas Assassinas. Rick se interessou pelo grupo e os contratou, de uma demo de três faixas surge o primeiro disco do CBJr, o álbum : Transpiração Contínua Prolongada. O álbum levou esse nome por realmente retratar tudo que a galera passou para chegar onde chegaram, foi produzido por Tadeu Patola, e foi muito bem recebido pelas rádios no Brasil carregando as faixas “O Coro Vai Comê!”, “Proibida pra Mim (Grazon)”, “Tudo que Ela Gosta de Escutar” e “Gimme o Anel” em seu playlist, vendendo assim mais de 500 mil cópias. Uma curiosidade é que na época o baixista Champignon era menor de idade, e consequentemente, sempre que a banda se apresentava em casas noturnas era necessária uma autorização judicial para que o jovem baixista acompanhasse o grupo.

Entre os anos de 1999 a 2006, a canção “Te Levar” foi tema do seriado Malhação, da Rede Globo. Fazendo com que a banda abrangesse seu trabalho às mais diferentes classes sociais e diferentes públicos espalhados pelo país. Com sua propagação na mídia, a banda ganhou vários prêmios e chegou assim, por várias vezes, ao topo de grandes rádios nacionais.

Hoje a banda ja conta com 12 álbuns em sua discografia emplacando mais de 34 singles nas paradas de sucesso pelo Brasil, revertendo isso em quase 3 milhões de álbuns vendidos.

Uma grande polêmica que marcou a banda ocorreu no ano de 2004, Chorão se desentendeu com Marcelo Camelo, vocalista do grupo Los Hermanos, quando as duas bandas se encontraram no aeroporto de Fortaleza antes da apresentação de ambas no festival Piauí Pop daquele ano. O motivo teria sido uma suposta crítica à participação do Charlie Brown Jr. em um comercial para a Coca-Cola. O vocalista do grupo carioca processou Chorão por danos morais decorrentes da agressão, que acabou por quebrando seu nariz na sala de desembarque do vôo da Tam.

O único integrante da banda que está presente desde o início da carreira foi mesmo o vocalista Chorão. Durante diversos anos o resto da formação foi mudada, mas hoje a banda conta com praticamente sua formação original composta por: Champignon no baixo, Thiago Castanho e Marcão na guitarra e Graveto na bateria, sendo esse último o único que não integrava a banda no início, quando então o baterista era Renato Pelado.

Charlie Brown Jr chega em 2012 apresentando ao público o CD e o DVD Música Popular Caiçara, gravados ao vivo em Santos e Curitiba. Reunindo músicas selecionadas no repertório de 10 discos lançados em cerca de 15 anos.

Vale lembrar também que no dia 30 de março, véspera de feriado, Chorão e sua trupe estarão em Massaranduba fazendo um grande show na 13ª Fecarroz.

 

Pra quem estiver afim de curtir o som dos caras nessa tarde, é só clicar aqui que tem o show do Acústico MTV completinho no youtube, pra mim a melhor fase do grupo.