Por: João Marcos | 6 anos atrás

[youtube_sc url=”http://youtu.be/WlGtMTSPTxU” width=”640″ autohide=”1″]

Esclarecendo muita coisa em uma frase, por mais difícil que seja a separação:

Cazuza é Cazuza, Frejat é Frejat e Barão Vermelho é Barão Vermelho! Por mais interligada que esteja essa pirâmide, cada um representa um projeto diferente, sendo que o último (que na verdade é o primeiro), para mim é o melhor resultado dos três.

O Barão Vermelho nasceu em 1981, no Rio de Janeiro, a partir da vontade de Roberto Frejat, Guto Goffi, Dé Palmeira e Maurício Barros de tocar rock’n roll em estado puro. Mas só no ano seguinte, os quatro integrantes encontrariam o vocalista Cazuza e gravariam o primeiro LP, “Barão Vermelho”, pela Som Livre. Quatro anos depois de seu surgimento, em janeiro de 1985 participaram  do Rock In Rio e em junho do mesmo ano anunciaram a saída do vocalista Cazuza, que partia para carreira solo. Fazendo com que o então frontman e criador da banda Frejat, assumisse novamente os vocais.

Ao todo são 23 anos de carreira e 15 CDs, que mantém o Barão Vermelho como uma das principais bandas do rock nacional. Declare Guerra, Por Que A Gente É Assim, Quem Me Olha Só, Pense e Dance, Torre de Babel, Billy Negão, Por você, O Poeta Está Vivo, Supermercados da Vida, Malandragem Dá um Tempo e Puro Êxtase são alguns dos hits inesquecíveis que agregam diferentes gerações nos shows da banda pelo Brasil.

Atualmente a formação do Barão Vermelho é composta por Roberto Frejat (guitarra e voz), Fernando Magalhães (guitarra), Rodrigo Santos (baixo), Guto Goffi (bateria) e Peninha (percussão). Nos shows contam com a participação especial de Maurício Barros (teclados).

A banda está em “férias indeterminadas” como diz o seu site oficial, desde 2007 quando fizeram seu último show. Mas o próprio vocalista Roberto Frejat, anunciou a volta do Barão aos palcos ainda esse ano, com músicas novas e novo show! Fica aqui minha ansiedade pelo resultado.

[youtube_sc url=”http://youtu.be/-IjQ3zaO57c” width=”640″ autohide=”1″]