Por: Ricardo Daniel Treis | 6 anos atrás

Recebemos na tarde de ontem correspondência do leitor Denis, segue abaixo o desabafo que vale compartilhar e levar para frente. A ilustração do post incluí por conta.

CORTE DE ÁRVORES

Gostaria de saber o que justifica o corte de uma árvore numa calçada da cidade?

Hoje de manhã a prefeitura cortou um árvore de médio porte que fica em frente ao meu escritório na rua 25 de julho, e quando questionei o ceifador carrasco sobre o motivo, ele apenas me apontou para o vizinho. A justificativa do corte foi por que atrapalhava a visibilidade da placa do estabelecimento dele, que por sinal estava a “apenas” uns 8m de distância da tal placa. Queria saber qual o critério da prefeitura em acatar uma solitação tão descabida e unilateral como esta? Afinal se cortamos uma árvore em nosso terreno pra evitar o prejuízo de cair um galho em cima do telhado, somos logo autuados em flagrante pelos órgãos do meio ambiente. Mas cortar árvore em via pública pode, né!

O mais engraçado é que dias antes a prefeitura plantou uma muda (bem sem vergonha por sinal) à 2 metros de distância da mesma placa. Alguém consegue explicar???

Só quero deixar meu desabafo pois acho que com atitudes como esta a cidade só empobrece em qualidade de vida. Afinal quem quer morar numa caixa de concreto a exemplo de cidades como São Paulo, onde tudo é construído numa “rica” gama de cinzas (tem pra todos os gosto, cinza claro, escuro, chumbo, manchado, preteado, etc). Definitivamente eu não!

Já basta todos os cortes realizados por causa dos alagamentos, onde as raízes estavam intervindo no fluxo de águas nas tubulações subterrâneas (que acredito em parte é justificável). Mas cortar árvores por que atrapalham a visibilidade das placas e fachadas não é justificável, me poupe, né? Se esse é o raciocínio, então metade das árvores da cidade deveria ser arrancada, sem dó nem piedade. Além do quê, cortam a árvore e deixam um toco no chão que só atrapalha os pedestres, podendo causar tropeços e acidentes. Então pelo menos que a calçada seja arrumada (que também é outro assunto que me causa arrepios, pois nunca vi tanta calçada destruída como em Jaraguá).

Enfim, gostaria de saber se mais pessoas compartilham de minha opinião, pois gostaria que Jaraguá se tornasse uma cidade do qual eu pudesse me orgulhar e ter prazer em morar. Por favor, não se deixem acomodar pelo status quo, penso que sempre podemos melhorar, e isso se aplica também à cidade onde vivo.

Sei que existem pautas mais importantes a se dedicar, mas se não nos importamos nem com as pequenas coisas, o que dirá das grandes demandas? Já fiz uma reclamação na secretaria de obras e espero que isso não se repita com a freqüência com que parece ocorrer.

Um indignado morador e trabalhador de Jaraguá.

A cena relatada é recorrente… Não faz muito tempo também publicamos aqui o texto mandado pelo Eduardo Schäffer, lembram?