Por: Gabriela Bubniak | 13/11/2017

A Interpub, empresa promotora do GP Brasil de F1, estuda alternativas de onde levar a prova a partir de 2020, e a capital catarinense é considerada a opção número um. Essa mudança deve acontecer por conta do projeto de lei sobre a privatização do autódromo de Interlagos, em São Paulo.

As informações foram publicadas na manhã deste domingo (12) pelo jornal Folha de S.Paulo.

Em entrevista à Folha, Tamas Rohonyi, presidente da companhia, conta que a ideia é realizar a corrida no Centro da Ilha de Santa Catariana, nos contornos da Avenida Beira-Mar Norte, tendo a ponte Hercílio Luz como cenário de fundo.

O chefe de gabinete da Prefeitura de Florianópolis, Bruno Oliveira, confirmou neste domingo ao Diário Catarinense que as conversas estão na fase de sondagens sobre a estrutura da cidade para hospedagem e infraestrutura em geral.

— Sem dúvidas, um evento deste porte traria um novo patamar para o Turismo de Florianópolis. O simples fato de estarmos na rota desta decisão já faz o mundo todo querer saber onde fica Florianópolis. Então, há sim interesse neste evento que promove e movimentaria muito recurso privado para o desenvolvimento da cidade — afirmou.

Oliveira também enfatizou que é preciso analisar a estrutura, a mobilidade e os investidores, já que haveria dificuldade em investir dinheiro público: “não queremos nos precipitar e prometer o que não podemos entregar”, indicou.

Fontes: Diário Catarinense e Folha de S.Paulo
Foto de capa: Sascha Schuermann / AFP