Por: André Marques | 08/10/2014

David Nutt é professor de neuropsicofarmacologia no Imperial College London. Ele pode também ter descoberto a mais nova e segura forma de intoxicação recreativa.

Mas calma, o Gamma-aminobutyric acid, ou GABA, é um inibidor químico que reduz no cérebro a excitabilidade do sistema nervoso. Os efeitos do álcool afetam o corpo imitando o GABA e inibindo a sinalização neural, o que causa o eufórico sentimento de estar bêbado. A toxina afeta outras áreas do cérebro também, junto com orgãos como o coração e o fígadio. Os efeitos tóxicos do álcool podem causar problemas de saúde a curto e longo prazo.

Nutt afirma que esse tal de GABA vai colaborar para a diminuição dos casos de vício em álcool, bem como prever sintomas como agressividade e perda parcial da memória que vem com a intoxicação. A pílula também remove os efeitos causados na manhã seguinte em relação às noites de bebedeira, efetivamente eliminando a ressaca do sujeito.

Professor-David-Nu_2730958b

Em adição a isso tudo, David também desenvolveu a “pílula antídoto”, que bloqueará todos os efeitos da pílula GABA, fazendo com que o usuário retornasse a um estado de completa sobriedade. Se o antidoto funcionar como planejado, o usuário poderá dirigir até o trabalho imediatamente mesmo que beba sem oferecer qualquer perigo. O professor afirma que já testou as duas pílulas pessoalmente, declarando que ambos os produtos atendem a seus propósitos intencionais.

newseventsimages

Ele gostaria de levar sua nova droga ao mercado, mas descobriu que investidores estão hesitantes devido a possibilidade de regulamentação do governo. Ele não está surpreso pela reação, mas continua a afirmar que imitar drogas dessa maneira é um benefício para o campo médico, assim como ajuda a lutar contra as mortes relacionadas a vícios em álcool e drogas.

via Knowledge Nuts