Por: Gabriela Bubniak | 05/04/2016

Já pensou em visitar uma ilha que fica “visível” apenas algumas horas por dia? Parece mentira, mas esse lugar existe e fica aqui no Brasil, em Aracaju, capital de Sergipe.

Quem passeia pela Croa do Goré pode ver quiosques montados no meio da água e uma ilha banhada pelo rio Vaza-Barris e o oceano Atlântico. O cenário muda aos poucos, embalado pela maré, e o rio abre espaço para uma faixa de areia –com direito a mesas e petiscos de um bar flutuante.

Logo a água que estava abaixo dos joelhos fica na altura da canela e, em pouco tempo, já é possível caminhar. Alguns dizem que a ilha dura apenas seis horas por dia.

2

Quando a água desce, o homenageado goré (um pequeno crustáceo, “parente” do caranguejo) aparece, mas logo se esconde em pequenos buracos na areia.

A água é salgada e, com a maré mais alta, águas-vivas tornam-se eventuais visitantes.

O acesso é feito pela praia do Mosqueiro, um povoado de pescadores, de onde partem lanchas, barcos ou catamarãs. As viagens duram em média de 10 a 15 minutos, em um passeio cercado por manguezais, ilhas fluviais e vegetação preservada.

Fonte: Folha de S. Paulo
Foto: Divulgação