Por: Sistema Por Acaso | 4 anos atrás

Falta só um dia para o começo da Black Friday, uma das maiores ações de vendas online do Brasil, e os internautas já se mobilizam para garantir um carrinho de compras cheio durante as 24 horas da última sexta-feira do mês.

Além de correr contra o tempo para garantir boas ofertas, os internautas também precisam ficar atentos a abusos e descontos “fake” – como os registrados em anos anteriores, em que lojas subiram o preço dias antes para baixar na Black Friday.

Também já ocorreram casos de preços “superfaturados” ao lado dos valores da promoção, para tentar convencer o usuário de que ele está fazendo um bom negócio. Para dar uma ajudinha ao internauta no momento das compras e evitar dores de cabeça, a empresa curitibana kakoi Comunicação, especializada em soluções para sites e marketing digital, separou seis aplicativos e sites que podem ser usados desde já:

Baixou Agora

Aplicativo que ajuda o usuário a monitorar com antecedência os preços dos produtos que deseja, comparar os preços praticados em várias lojas e analisar como foi a variação dos valores. É indicado para ficar de olho na prática abusiva de aumentar o preço dos produtos dias antes da Black Friday para depois abaixar no momento da ação.

Submarino

Um dos mais famosos portais de compras online do país, o Submarino permite que o internauta faça um cadastro e receba por e-mail todas as notícias e ofertas especiais da Black Friday. Durante o dia 28, as redes sociais da loja no Facebook e Twitter estarão trazendo novidades e promoções em tempo real.

Zoom

O Zoom criou um hotsite dedicado à Black Friday. Será usado uma marca especial, chamada de Selo Black Friday, para indicar que a promoção é real e vale a pena. Caso haja imprevistos na entrega ou na finalização da compra, o Zoom se compromete a correr atrás da mercadoria – se não tiverem sucesso, o dinheiro é devolvido.

Bizzo

O buscador de ofertas é uma opção interessante para acompanhar o histórico de preços praticados por todas as lojas. É possível conferir o histórico de preços nos últimos dias e comparar site por site.

Walmart

O Walmart também já está cadastrando usuários para passar em primeira mão ofertas e promoções durante a Black Friday. A intenção é que, com o cadastro, o internauta tenha acesso às promoções antes dos demais usuários – o que pode ser bem vantajoso, já que as ofertas no site costumam se esgotar em segundos.

Buscapé

O Buscapé está fazendo um “esquenta” da Black Friday, com sorteios para promover as ofertas. O site aposta no reforço da segurança nas compras online e na agilidade, com o Compre Agora – ferramenta em que o internauta já cadastrado compra direto no buscador sem precisar fazer cadastro nas lojas.

Via Gazeta do Povo.