Por: Gabriela Bubniak | 2 anos atrás

Já pensou se você está na praia e seu smartphone dá aquele mergulho no mar? Ou se em um ônibus você for abordado por um ladrão? São diversas as situações que podem vir a acontecer a qualquer usuário. Para ajudar em situações com essas, o  TecMundo separou 16 dicas para que você possa proteger o seu celular.

Shows:
– Evite tirá-lo do bolso. Se precisar, tome cuidado para não se distrair e derrubá-lo;
– Certifique-se de que ele esteja seguro contra a ação de ladões. Olhe sempre ao seu redor;
– Se o evento acontecer a céu aberto, cuide para que a chuva não danifique o aparelho;
– Deixe-o protegido com uma capinha. Elas podem reforçar a durabilidade do dispositivo (e alguns modelos até protegem da chuva).

Transporte coletivo:
– Fique atento a qualquer esbarrão. Pode parecer sem querer, mas ladrões podem furtar objetos com uma simples trombada;
– Muitas vezes os furtos acontecem quando o aparelho está guardado em compartimentos de bolsas e mochilas. É recomendável deixá-lo no bolso, mas, se não for possível, mantenha esses compartimentos à vista;
– Instalar aplicativos antifurto que localizam o celular e tiram foto do ladrão também podem ser uma boa ideia. “IGotYa”, “Pega Ladrão” e “iLost Finder” são os mais populares.

Dias chuvosos:
– Verifique se o compartimento no qual o celular vai ser guardado esta devidamente fechado para evitar o contato do aparelho com a água;
– Compre capinhas de chuva ou saquinhos apropriados para o seu aparelho. Eles são impermeáveis à água;
– Se não tiver uma capinha similar, embrulhe o celular em papel filme para cozinha. Vai parecer estranho, mas pelo menos seu aparelho estará protegido.

Férias na praia:
– Tente deixar o celular dentro do carro e coloque-o sob o banco, onde o sol não alcança. Nunca no porta-luvas! O calor excessivo pode danificar o dispositivo;
– Se precisar levar o aparelho, deixe-o em bolsas de plástico. Elas retém muito calor e podem comprometer o celular;
– Use capinha de proteção. Aquelas que protegem da chuva também são eficientes aqui;
– Se decidir entrar no mar “só para molhar os tornozelos”, não leve o aparelho. Um descuido pode fazer seu celular parar na água;
– Não toque no celular com as mãos molhadas, principalmente se for com a água do mar. Água salgada é ainda mais prejudicial para o aparelho.

Agora é só colocar tudo isso em prática e garantir um maior tempo de “vida” do smartphone.

Fonte: TecMundo