Por: Gabrielle Figueiredo | 24/08/2015

Segue artigo publicado no jornal O Correio do Povo

A Comunidade Terapêutica Vida Nova, de Guaramirim, que acolhe, trata e recupera jovens dependentes químicos, busca a ajuda da comunidade. A entidade lançou campanha para a arrecadação de alimentos e materiais de limpeza, para suprir a falta do auxílio de um convênio estadual há três meses.

O diretor da Comunidade, Arsanjo Paul Colaço, explica que o convênio foi finalizado em maio e a renovação foi feita apenas em agosto. “Fomos credenciados novamente, mas ficamos sem esse recurso por três meses, pois faz parte do processo burocrático. Apesar disso, não deixamos de atender nenhum jovem”, diz. Agora, para cobrir as despesas e abastecer a despensa, a entidade pede auxílio com as doações até que os repasses se normalizem. Por conta da situação foi acumulada pequena dívida, por isso foi criada segunda campanha de arrecadação de valores.

Foto: Eduardo Montecino/OCP

Foto: Eduardo Montecino/OCP

Hoje a entidade atende 11 meninos dos 12 aos 18 anos, vindos de todo o Estado. Eles recebem seis refeições diárias, aulas no ensino regular, têm área para práticas esportivas e aulas diversificadas, como de artesanato. A estrutura também conta com profissionais, como psicóloga e assistente social.

A psicóloga Marcia Lange explica que existe um trabalho com as redes públicas, como Cras, Caps e Conselho Tutelar, que transforma a reabilitação em uma rede de trabalho. Em alguns casos é necessário acionar os programas, pois se a família estiver desestruturada o trabalho da entidade, no fim, não será efetivo. “Trabalhamos não só com o jovem, mas com seu entorno e realidade, pois ele voltará para casa depois de todo o tratamento”, diz.

Segundo a assistente social e responsável técnica, Edmara Maggioni, tudo depende da pessoa e da vontade de recuperação. “O tempo que eles passam aqui é de aprendizagem. O jovem vai reaprender a viver em sociedade e saber se organizar para quando sair”, diz Edmara. De 60% a 65% dos casos tratados na entidade têm resultados positivos.

Quem estiver interessado em doar alimentos e produtos de limpeza pode entrar em contato através dos telefones 3370-7529 ou 9234-1746. Já as doações em dinheiro podem ser feitas na Caixa Econômica Federal, agência 0417, conta 3768-2, operação 003, em nome da ABVN (Associação Beneficente Vida Nova).

Visitas para conhecer a entidade são abertas, mas a recomendação é que seja feito primeiro o contato telefônico para recomendações prévias. Informações podem ser obtidas também no site www.abvn.org.br ou acompanhe a página no Facebook.

Conheça mais sobre a comunidade neste vídeo: 

[youtube_sc url=”https://www.youtube.com/watch?v=xeUq7W97a4k” width=”650″]