Por: Ricardo Daniel Treis | 23/10/2012

Porra, que barato… Pensa agora no quanto o potencial de companheirismo de alguns pets é subestimado.

[youtube_sc url=”http://youtu.be/WTLsAnxUwzQ” width=”640″ autohide=”1″]

Totalmente incomum para um gato um comportamento desse, mas uma passividade dócil como essa pode-se explicar pela criação de laços.

Tentei umas experiências de passeio com e sem coleira com meu bichano quando filhote, mas exigir que um gato se comportasse com naturalidade em tais circunstâncias era pedir demais, e o medo de perder ele para a rua acabou sendo maior. Deveria ter insistido, mas não tinha como saber se daria certo… tai agora o exemplo.

A experiência de criar um bichinho pode ir muito além de dar água, ração e banho.