Por: Ricardo Daniel Treis | 03/08/2015

Artigo publicado originalmente em 3 de agosto de 2015

Normalmente a base de qualquer campanha de conscientização é a sensibilização, certo? Há sempre a necessidade em tentar reforçar nas pessoas imersas em uma rotina desenfreada que existe alguém, além do seu campo de interação, precisando de algo que tem de sobra. O estalo que geralmente falta é: mas o que eu posso compartilhar?

O caso de Henrique recentemente mobilizou a cidade

O caso de Henrique recentemente mobilizou a cidade

Só em Jaraguá do Sul, uma série de entidades e instituições tem as portas abertas para receber diferentes tipos de doações. Expondo essas oportunidades, começamos mais uma série de posts aqui no Por Acaso, hoje você acompanha o o segundo artigo de “Como ser um doador em Jaraguá do Sul”. Confira, esse texto pode apresentar uma oportunidade para você.  😉

—–

20-05-leite-materno-416x600SOLIDARIEDADE ENTRE MÃES
Em média, 200 crianças nascem no Hospital e Maternidade Jaraguá por mês. Em alguns períodos, o número pode até dobrar. No entanto, o índice de doações ao Banco de Leite passa longe dessa realidade. Geralmente, 15 a 20 mães se prontificam a abastecer o serviço.

“Em Jaraguá é uma questão muito cultural, a mãe normalmente volta logo a trabalhar e prefere nem amentar o próprio filho. Elas preferem a comodidade, também por fatores socioeconômicos, muitas acham que é melhor trabalhar mais e comprar o leite industrializado”, aponta a enfermeira e coordenadora do banco de leite, Waldirene Goetten.

O serviço de coleta e armazenamento de leite materno acontece no hospital desde 2005. Antes, existia uma estrutura física mínima, mas hoje, foram investidos recursos para compra de equipamentos modernos e no espaço para as mães que fazem a retirada do leite na unidade.

O principal objetivo do banco é atender aos bebês que ficam internados na UTI. São em média 30 crianças por mês que nascem precisando de suporte e, na maior parte das vezes, pelo parto prematuro, a mãe não produz alimento suficiente.

A equipe do banco busca conscientizar as mulheres não apenas para a doação, mas sobre a própria importância da amamentação. Como parceiros, vêm os cursos de gestantes realizados pelas prefeituras da região.

O leite é captado na casa das mães, em recipientes cedidos pela maternidade

O leite é captado na casa das mães, em recipientes cedidos pela maternidade

A doação é extremamente simples e conta com suporte completo. Segundo Waldirene, a mãe que tiver excesso de leite pode ligar para o banco. Todo material e orientações sobre a retirada serão levados até a residência. O leite congelado tem validade de 15 dias, e após ser pasteurizado na unidade pode ser utilizado em até seis meses.

DOAÇÃO DE LEITE MATERNO – Mais informações:
Hospital e Maternidade Jaraguá

foto-lucio-sassi-hospital-maternidade-jaraguá-22

O banco funciona das 7h às 19h, diariamente. As informações podem ser conseguidas pelo bancodeleite@hmj.org.br ou 3274-3053.

Endereço: Rua Jorge Czerniewicz, s/n – Czerniewicz, Jaraguá do Sul, 89255-000.

enderecohospita—–
LEIA TAMBÉM: Um corte pelo bem – Como ser doador de cabelo para a Rede Feminina de Combate ao Câncer
—–