Por: João Marcos | 5 anos atrás

Ah, só vou lá, me inscrevo e já era… Não é bem assim.

Jô

Ser convidado para participar da primeira fileira do auditório do Programa do Jô rende um bom cachê, é o que diz a repórter Monica Apor, que estreou na TV fazendo figuração-paga no programa – então não é bem um convite, e sim um contrato.

Eu nem imaginava que era assim, mas segundo ela, a Globo paga para garantir a beleza ao telespectador e seduzir o anunciante, agregando valor à atração.

Além do cachê, a produção providencia transporte, figurino e maquiagem (!!!), pois é necessário ter beleza e “inteligência para bater palmas”.

Essa notícia não mudou a vida de ninguém – a não ser da minha mãe que sonhava um dia estar lá vendo ao vivo o programa. Mas para cargo de informação e caso você tenha o mesmo sonho que a minha mãe, essas linhas foram válidas.