Por: Max Pires | 7 anos atrás

 

O órgão regulador da publicidade no Reino Unido a proibiu a veiculação, durante o dia, do filme promocional do novo perfume da cantora Beyoncé por considerar o seu conteúdo demasiadamente “provocativo”.

O anúncio da fragrância, Heat, começa mostrando a cantora deitada e nua no meio de uma sala.

A sequência de imagens segue para uma cena em que Beyoncé aparece com o que o órgão regulador chama de “revelador vestido de cetim vermelho”, que expõe com clareza seu decote.

Ela é então filmada debruçada sobre uma janela, “acariciando seu pescoço e seios”, destaca o Advertising Standards Agency (ASA).

Para o órgão, ainda que não exponha conteúdo sexual explícito, o anúncio pode ser “perturbador” para os telespectadores infantis.

 

A agência estabeleceu que a peça não poderá ser exibida antes das 19h30.

O órgão tomou a decisão após receber 14 queixas de telespectadores que consideraram o anúncio comercial demasiadamente provocativo.

Houve reclamações de que o anúncio tenha sido exibido no mesmo horário que programas infantis.

“Consideramos que o movimento corporal e o foco prolongado da câmera nas cenas que mostram o seu vestido caindo, para então expor seus seios, criou um anúncio sexualmente provocativo, impróprio para crianças”, considerou a ASA.

A empresa que fabrica perfume em parceria com a cantora, a Coty UK, disse que a peça não é abertamente ou explicitamente sexual.

Segundo a empresa, o anúncio é dirigido ao público jovem e consistente com o estilo pessoal “sexy chic” da cantora.

 

 

Via Papel Pop e UOL.