Por: Anderson Kreutzfeldt | 4 anos atrás
Foto: NASA

Foto: NASA

Na noite de hoje Marte, Sol e Terra irão se alinhar no espaço, em um evento que é conhecido como “Oposição de Marte” (e acontece uma vez a cada 778 dias).

Todavia, o destaque do acontecimento cósmico é que ele antecede as “luas de sangue”, um fenômeno que poderá ser visto da terra a olho nu na próxima semana e que muitos interpretam como um sinal bíblico do “fim dos tempos”. De acordo com as informações da Nasa, a rara sequencia de quatro eclipses lunares (conhecidos como “luas de sangue”) será seguida por seis luas cheias, sendo que o ciclo começa no dia 15 de abril (próxima terça-feira) e termina apenas no dia 28 de setembro.

Você pode assistir a cobertura do evento clicando aqui.

As luas de sangue só foram vistas 3 vezes em mais de 500 anos em 1493 (Idade Média, quando os judeus foram expulsos pela Inquisição Católica na Espanha), em 1949 (quando Israel foi estabelecido na Palestina) e em 1967 (período da Guerra de Seis Dias entre Árabes e Israelenses).

Alguns fiéis acreditam que as luas de sangue são muito mais do que “apenas um evento cósmico raro”: eles acreditam que elas sejam um presságio para o “fim do mundo” e o retorno de Jesus Cristo à Terra para o Juízo Final. Se abrir o Antigo Testamento no Livro Joel, 2:31, verás:  “O sol se converterá em trevas, e a lua em sangue, antes que venha o grande e terrível dia do Senhor”.

Fonte: Terra