Por: Tita Pretti | 4 anos atrás

???

Depois de citar o parque Beto Carrero World em um texto publicado no dia 24 de outubro, às vésperas das eleições presidenciais, o economista e colunista Rodrigo Constantino (Revista Veja) teve que se explicar publicamente.

Isso porque ao comentar sobre a então prevista reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT) e o impacto econômico que isso traria ao país, ele fez uma comparação considerada infeliz por muitos catarinenses:

“Mas todos esses da classe média que finalmente puderam levar seus filhos para conhecer o Mickey e as princesas na Disney (…) precisam ter em mente o que uma eventual vitória de Dilma representaria: a troca da Disney pelo Beto Carrero World. E olha lá!”

A declaração também não foi recebida bem pelo prefeito de Penha, Evandro dos Navegantes, que enviou nota à imprensa lamentando o que considerou como “colocações depreciativas, que definem o parque como algo menor e não merecedor da visita dos turistas do Brasil”.

Evandro, que é tucano, declarou também que mesmo não concordando com a política econômica da presidente reeleita, não concorda com a escolha do parque para a comparação negativa.

Em sua coluna, Constantino diz que a comparação foi uma “brincadeira”, que admira “qualquer empreendedor que tenha ousadia a ponto de tentar construir um parque de diversões no Brasil, país hostil aos negócios”. Ele alegou que dificilmente um parque nacional será do mesmo padrão da Disney, não por demérito do nacional, e sim porque a Disney é referência mundial no setor.

“É inegável que o sonho de muita gente da ´nova classe média´ é levar seus filhos para conhecer a Disney. Eu quis apenas chamar a atenção para o fato de que tal sonho se tornará mais difícil agora, com sua reeleição. Quem viver, verá. Dito isso, refaço meu pedido de desculpas pelo comentário infeliz, e tentarei visitar o parque com minha filha assim que possível, para ver se fico com uma impressão favorável do lugar.”

Confira aqui o pedido de desculpas completo.

E aí…consertou ou piorou?