Por: João Marcos | 4 anos atrás

Sempre acreditei que depois do antológico filme, e do livro espetacular de Chuck Palahniuk, muitos homens inspirariam-se na história e levariam isso da ficção para realidade. Então pra que cenário melhor que na Rússia?

Um grupo de russos paga US$ 800 para passar uma semana lutando uns contra os outros em uma casa em Moscou. São homens de negócios, entre 25 e 30 anos, normalmente casados e com filhos, que querem “perder o medo de levar um soco na cara”. Mais ou menos como na história do filme.

Opa, faca de madeira? Ah é na Rússia mesmo...

Nessa casa em Moscou acontece algo mais ou menos parecidos. Chamado de “New Sparta” (“Nova Esparta”), o projeto foi criado por Igor Lunyakov e Anton Rudakov – chamados de Harry e Razor respectivamente. É que todos os participantes devem escolher um nome de guerra quando participam do treinamento, algo como Lobo, Diretor ou Leopardo.

A preparação não é só física, mas também psicológica, assim como na história original de Chuck. Antes de partirem para a luta, Harry e Razor fazem com que os participantes enfrentem suas próprias fraquezas morais e emocionais, contando segredos que nunca disseram a ninguém ao grupo. “Só assim encontrarão forças para combater seus inimigos internos e, finalmente, acreditarem em si mesmos”, relata a fotógrafa Maria Turchenkova, que passou uma semana documentando o projeto.

Ela explica que o intuito do “New Sparta” não é se tornar um lutador, mas se conhecer melhor. “Eles não querem começar a lutar nas ruas ou qualquer coisa assim. A principal ideia é que eles lutem contra seus próprios medos”.

E no Brasil, tem algum desses? Não que eu vá participar, só por curiosidade mesmo…