Por: Ricardo Daniel Treis | 6 anos atrás

Nem precisava, mas vou experimentar a receita só porque é fácil demais. Não fazia ideia, trata-se apenas de reduzir um caldo:

MUSS DE BANANA

– Ingredientes
1kg de banana branca
800g gramas de açúcar cristal
1,6 litro de água

– Modo de preparo
1. Descasque e pique a banana.
2. Em uma panela, misture a fruta, o açúcar, 800mde água e leve ao fogo médio.
3. Mexa sempre para não grudar.
4. Quando a água evaporar e a mistura estiver cremosa, coloque o restante da água.
5. Continue mexendo até que a água evapore novamente e dê ponto de muss (quando a mistura fica escura e bem pastosa).

Dica: Para fazer muss de outras frutas, siga a mesma receita. Porém, para frutas mais cítricas, como tangerina, é preciso adoçar mais. Se a fruta for naturalmente mais doce, como mamão, diminua a proporção de açúcar.


FALANDO EM XIMIA…
O AN fez uma matéria bacana sobre o assunto, dá uma conferida que o tema é gostoso (rá!).

“O verbo schmiar
As Omas adoram schmiar os pães dos netos com muss ou mesmo com schmia. Não entendeu? Não é por menos. Ao sentar-se à mesa durante o Frühstück (café da manhã ou lanche da tarde) com descendentes de alemães, é quase certo que se ouvirão palavras que soam estranhas a quem não tem contato com os dialetos falados nas regiões povoadas por descendentes de alemães. As palavras que vieram para a região por meio dos imigrantes foram mudando de geração em geração e, pelo senso comum, ganharam novos significados e escrita. Tanto que ‘schmiar’ tornou-se até um verbo autêntico do falar regional – e nada mais é do que o ato de lambuzar o pão com alguma cobertura.

Já a confusão entre as palavras muss e schmia sai do campo gastronômico das geleias e invade a linguística. Como num telefone sem fio de gerações, no final da linha, as palavras tornaram-se sinônimos. Para muita gente, schmia é muss, um doce de fruta em pasta. Ou outro qualquer doce tipo geleia que é usado para besuntar uma fatia de pão. Há ainda quem diga que schmia é qualquer coisa que acompanha a fatia de pão. Tem também a receita de schmia de ovo, que leva açúcar e é aquecida na frigideira.

Origem está no verbo schmieren, da língua alemã
A palavra schmia, na verdade, não existe na língua alemã, esclarece a coordenadora do Instituto Cultural Brasil Alemanha de Blumenau, Gundi Müller. Ela explica que existe schmieren, um verbo que designa o ato de passar algo no pão. A partícula Mus, entretanto, é usada apenas em palavras compostas, como Pflamenmus (muss de ameixa) e Apfelmus (muss de maçã). Segundo a chef Klara Kock, não há comprovação, mas a palavra muss leva a crer que é uma tradução para purê, já que a receita do muss feito na região é basicamente um purê de fruta processada e cozido com muito açúcar.”

Agora você sabe. 😉