Por: João Marcos | 6 anos atrás

Cientistas da Universidade de Glasgow, na Escócia, inventaram uma pizza saudável capaz de suprir cerca de 30% das necessidades humanas diárias de minerais, vitaminas, calorias, proteínas e carboidratos.

Eles transformaram aquele pedaço vazio de comida em uma refeição rica, reduziram a quantidade de sal na massa, substituindo-o por um ingrediente usado em pães artesanais: alga marinha. Enquanto o sal tem 40% de sódio, a alga leva apenas 3,5% – e ainda tem iodo e vitamina B12.

Ao molho, os nutricionistas adicionaram uma dose extra de pimenta, para agregar mais vitamina C. Eles ainda garantem que as pizzas contêm magnésio, potássio, e folatos (vitaminas B9 ou M que ajudam na formação da hemoglobina e das proteínas estruturais, tipo o colágeno; são encontrados em vegetais de folha verde escura, feijão, fígado, trigo e levedura).

Há três opções de sabores: queijo e tomate cereja; abacaxi com presunto; frango apimentado com pimenta vermelha e jalapeños.

Pela Escócia, os consumidores já conseguem comprar a nova pizza congelada nos supermercados. Mas, claro, nunca dá para saber SE uma coisa dessas deve chegar pra esses lados de cá. Muito menos prever quando isso poderia acontecer.

Abacaxi com presunto? A de queijo com tomate eu experimentaria, mas né, ainda prefiro BACON!