Por: | 9 anos atrás

As previsões de mau tempo se confirmaram e a chuva obrigou a interrupção do tratamento de água nos sistemas independentes.

samae

Fotos obtidas na captação do Samae, às 08:15 de ontem. Rio Itapocu acima dos  3,5 metros em relação ao nível normal.

As chuvas – Os sistemas de tratamento de água do Samae estão sofrendo sucessivas interrupções desde a última sexta-feira. A causa é a péssima qualidade da água dos mananciais, provocada pelas chuvas. Desde o final da última semana, o volume precipitado na região já superou em muito o esperado para todo o mês. Apenas nas últimas 24 horas, choveu na região da Estação Central cerca de 105 milímetros, muito próximo do que seria normal para todo o mês de Abril.

Aumento do nível do rio Itapocu coloca em risco o tratamento da principal estação – A qualidade da água não é o único problema enfrentado pelo Samae. Ao atingir mais de 3,5 metros acima do nível normal, a captação do rio Itapocu também poderá ser suspensa, para evitar danos aos equipamentos elétricos responsáveis pelo bombeamento. Caso esta condição se confirme, a unidade, que abastece cerca de 85% da população, poderá ter suas atividades interrompidas.

Os sistemas independentes – além da ETA Central, outros cinco sistemas independentes completam o tratamento de água na cidade. Por utilizarem pequenos mananciais que descem das encostas, tornam-se mais sensíveis às variações climáticas. Com o excesso de chuva das últimas 72 horas, estas unidades foram sistematicamente desativadas, principalmente ao longo do sábado, provocando a interrupção do fornecimento de água. Já no domingo, as atividades foram retomadas na maioria dos sistemas, permitindo o reabastecimento destas regiões. Entretanto, as fortes chuvas do final da tarde de ontem voltaram a obrigar a interrupção do tratamento, situação que ainda permanece, sem qualquer previsão de retomada.

Normalização – a expectativa do Samae é de que se confirme a previsão do tempo. Segundo os meteorologistas, as chuvas deverão dar uma trégua a partir da tarde desta segunda-feira. Entretanto, a qualidade dos mananciais só deverá estar restabelecida dentro de 24 horas. Só então as unidades de tratamento poderão retomar sua condição normal.

Alerta – o Samae solicita à população que ao longo de todo este período utilize água de maneira racional, evitando desperdícios. E destaca ainda a importância de caixas d’água em todas as ligações, como forma de contornar os problemas com o abastecimento. Um reservatório bem dimensionado é capaz de suprir o consumo por mais de 24 horas. Para calcular o tamanho, deve-se considerar, em uma casa, cerca de 150 litros por habitante. Em caso de dúvida, ligue para 2106-9100.

Fonte: Assessoria de Comunicação e Gestão Ambiental / SAMAE. 26 de abril de 2010.