Por: João Marcos | 5 anos atrás

Esse é aquele tipo de coisa que nos falam, e simplesmente acreditamos. Mas com uma pesquisa rápida cai por terra, e com fundamentos. Olha só:

Bastam algumas espinhas começarem a apontar no rosto para o pensamento surgir: “preciso parar de comer chocolate”. Mas será mesmo que essa delícia causa acne? De acordo com a nutricionista, Lisa Drayer, essa crença popular não passa de um mito. Não há nenhuma comprovação científica relacionada a isso.

E tem mais: ter chocolate amargo sempre à mão é uma ótima solução para minimizar os produtores de espinhas. “Os flavonóides do cacau mostram-se potentes para melhorar a estrutura da pele e o fluxo sanguíneo, o que faz das pequenas porções desse tipo de chocolate uma parte legítima e deliciosa do seu regime de cuidados da pele. Mas não pode abusar das porções”, explica Lisa em seu livro “A Dieta da Beleza” (Ed. Bestseller).

Mas alguns estudos sugerem que a ingestão de grande quantidade de carboidrato refinado – encontrados em alimentos enlatados, processados, biscoito, massas e pão branco – e açúcar podem contribuir, sim, para o aparecimento da acne. Por isso, vale maneirar nesse consumo e não abusar do chocolate ao leite ou branco, até mesmo para ficar com a saúde em dia.

E vale lembrar que o maior vilão da acne é mesmo a alteração hormonal como no período da adolescência ou de muito stress – ou então no caso da mulherada, perto da TPM e essas coisas aí.