Por: Tita Pretti | 4 anos atrás

O grupo gestor da Chiesetta Alpina está solicitando ajuda para garantir a manutenção do monumento localizado no Morro Boa Vista.

A ideia de criar a igreja, dedicada em novembro de 2014, surgiu em comemoração aos 150 anos da Unificação da Itália, ao ano da Itália no Brasil e em homenagem a fé de todos os imigrantes que chegaram ao Vale do Itapocu.

Embora o Círculo Italiano esteja juridicamente a frente da Chisetta Alpina, é um grupo gestor composto por dez pessoas que fica responsável pela manutenção do ponto turístico jaraguaense.

Segundo um dos membros, Paulo Floriani, são necessários recursos para melhoria do local, em especial para a construção de uma cerca e portão. Ele comenta que hoje, a Chisetta Alpina não recebe nem dinheiro público nem do empresariado.

“Qualquer tostão que for doado vai ajudar o ponto turístico. Estamos tentando manter o local sem que tenhamos que cobrar ingresso, mas se não tivermos outro jeito isso vai precisar acontecer”, conta.

Foto: Ademir Pfiffer

Foto: Ademir Pfiffer

No final do ano passado, foram mais de 1000 visitas. Na Páscoa, mais de 800 pessoas. Floriani comenta que, diferentemente da Europa, no Brasil não existe o costume de visitar monumentos e ajudar voluntariamente. Para ele, o volume de visitantes seria necessário para manter os custos caso eles deixassem singelas doações.

E para angariar fundos, a Chisetta Alpina realiza todo segundo sábado do mês um almoço aberto para a comunidade. Neste fim de semana, o cardápio será uma “galinhada”, que custa R$ 20 por pessoa. O almoço acontece após a missa, celebrada a partir das 10h.

Além dessa oportunidade, para ajudar você pode fazer uma doação (de qualquer quantia) na seguinte conta corrente:

CIRCULO ITALIANO (CHIESETTA)
BANCO DO BRASIL
666 555.1
AGÊNCIA 405.7

Mais informações através do (47) 9609-2240 com Paulo Floriani.