Por: João Marcos | 7 anos atrás

A comunidade do Brüderthal, em Guaramirim, estava revoltada na tarde de ontem com a derrubada do muro do cemitério luterano. Frediani Bartel, proprietário do terreno ao lado, vai construir um posto de gasolina e quer usar o espaço para fazer o acesso do estabelecimento. A confusão foi grande no local e a população chamou a polícia para tentar conter a destruição.

Há 126 anos estabelecida na área, a Comunidade Luterana Brüderthal se reuniu em frente ao cemitério para tentar impedir a ação. O buraco foi aberto no início da tarde, com a derrubada do muro, pela empreiteira que dizia possuir uma autorização do Departamento Estadual de Infra-Estrutura (Deinfra).

O superintendente do órgão, Ademir Vicente Machado, acredita que houve algum mal entendido. “Autorizamos a construção de acessos em pontos de domínio do Estado, mas não autorizamos, de forma alguma, uma demolição em propriedade alheia e lamentamos o incidente”, informa.

Em uma reunião dos moradores, há pouco mais de um mês, a maioria se mostrou contrária à cessão da área. “É uma injustiça e uma falta de respeito com a gente, que temos os parentes enterrados ali”, se entristece Tânia Otto, moradora do bairro.

Via OCP