Por: João Marcos | 4 anos atrás

A Polícia Civil deve concluir nesta segunda-feira e encaminhar ao Fórum da Comarca, o inquérito que apura as encomendas de morte e rituais de magia negra em Braço do Norte, no Sul de Santa Catarina. Os alvos eram um empresário e seus familiares.

A principal suspeita é a ex-mulher dele. Ela e outras sete pessoas estão presas. Segundo a polícia, em dois anos ela pode ter gastado cerca de R$ 1 milhão com os responsáveis pelos rituais.