Por: Ricardo Daniel Treis | 09/05/2011

A ideia agrega muito valor à uma união homoafetiva. É mais gratificante saber que vivemos em uma condição aceita pela Justiça, mesmo que parte da sociedade ainda não pense assim.

Do joinvillense Rafael Zimmerman, em matéria do AN sobre o reconhecimento do STF às uniões homossexuais

Novos tempos chocando-se com velhos tabús. A gente ainda está vivenciando a existência dessa raspa de preconceito existente (ou persistente) quanto aos gays. Nossos netos provavelmente não vão fazer idéia do que se trata.