Por: Sistema Por Acaso | 4 anos atrás

Bombeiros são heróis de verdade, que precisam ser rápidos como o Flash e fortes como o Superman para combater o vilão fogo. Quando o alarme soa no quartel, eles têm pouco mais de 1 minuto para ficarem prontos e, dentro do local que está em chamas, não têm mais do que 6 minutos para entrar, salvar as vítimas e sair.

O problema é que os equipamentos utilizados hoje em dia em missões de resgate ainda são bastante arcaicos e entrar em um prédio que está pegando fogo não é tarefa fácil. Por que, então, não utilizar os benefícios da realidade aumentada para auxiliar o trabalho dos bombeiros? O designer Omer Haciomeroglu projetou o C-Thru, um capacete tecnológico que tem quatro ferramentas principais para ajudar na hora do resgate:

1. O visor traz um sensor térmico que mostra as zonas de calor do ambiente em tempo real;

2. Por ser difícil enxergar pela fumaça densa, outro sensor consegue definir a forma do ambiente e do mobiliário, permitindo a movimentação do bombeiro;

3. O capacete traz um recurso importante de cancelamento de ruído seletivo, que ao mesmo tempo que bloqueia o barulho das chamas, enfatiza gritos de socorro e ruídos que indiquem paredes ou tetos que tenham sido destruídos.

4. O recurso anterior permite também a existência de um sistema de comunicação simplificado entre os bombeiros da equipe.

c-thru5 c-thru6 c-thru4 c-thru1 c-thru2 c-thru3

Fonte.