Por: Sistema Por Acaso | 4 anos atrás

Além da dupla, o veterano Haile Gebrselassie acompanhou toda a disputa e ficou com a terceira colocação. Entre as mulheres a campeã foi Priscah Jeptoo, medalhista de prata da última maratona olímpica.

Mo Farah tentou uma ultrapassagem nos últimos metros de prova, mas Bekele conseguiu manter a ponta - Foto: Erik van Leeuwen

Mo Farah tentou uma ultrapassagem nos últimos metros de prova, mas Bekele conseguiu manter a ponta – Foto: Erik van Leeuwen

Dificilmente uma corrida de rua protagoniza chegadas emocionantes como as de provas de velocidade, em que milésimos de segundos podem definir o campeão. Porém, o que aconteceu na cidade inglesa de Newcastle, no último domingo, surpreendeu a todos.

O atual campeão olímpico e mundial dos 5.000 metros, Mo Farah, e o recordista mundial dessa mesma distância e dos 10.000 metros, Kenenisa Bekele, chegaram com apenas um segundo de diferença de um para o outro. Não houve necessidade de photofinish para confirmar a vitória, mas o sprint dado pelos dois fundistas mostrou a disposição da dupla pela vitória e superação.

A chegada, porém, não foi a única emoção durante os 21 quilômetros da Bupa Great North Run. Antes de o etíope conseguir cruzar a linha de chegada em 60min09 e o britânico em 60min10, os dois duelaram praticamente por 20 quilômetros pela liderança. Além da dupla, o ex-recordista mundial em maratonas, Haile Gebrselassie também acompanhou de perto o desenrolar da corrida.

Pura estratégia- Assim que foi dado o tiro de largada o trio formado por Bekele, Farah e Gebrselassie logo se viu sozinho pelas ruas da cidade inglesa. O dia chuvoso e de temperatura amena funcionou como um motivador para que o pace dos fundistas se mantivesse rápido.

Na altura do quilômetro 16, Bekele adotou uma estratégia ousada e que acabou enganando seu anfitrião assim como seu conterrâneo. De forma inesperada o etíope reduziu seu ritmo e chegou a ficar 20 metros atrás de seus concorrentes. “Na verdade eu não estava cansado. Eu gostaria de um pace mais rápido, mas como estávamos correndo juntos, o ritmo estava um pouco devagar, pois estávamos esperando um pelo outro”, revela o recordista dos 5.000 e 10.000m.

Fonte: Webrun.