Por: | 8 anos atrás

Menina parece surgir no meio do tráfego

Nos primeiros dias, os motoristas se assustaram: em frente a uma escola de Vancouver, no Canadá, uma menina parecia surgir do nada no meio da rua, sujeita ao atropelamento. A menina, no entanto, é uma ilusão de ótica, uma imagem em estêncil que dá aos motoristas a sensação de três dimensões (como aquelas placas publicitárias hoje muito usadas ao redor dos campos de futebol). Ao se aproximar do desenho, é fácil notar que a situação não é real, Uma placa ao lado diz “Você provavelmente não está esperando que alguma criança surja na rua”. O anúncio fica em uma rua no bairro de West Vancouver, perto de um cruzamento movimentado e de uma grande escola.

A intenção da campanha, feita pela organização não governamental canadense Preventable, é alertar para o caráter inesperado dos acidentes. Mais do que exibir imagens de tragédias, como fazem outras campanhas mundo afora (inclusive no Brasil), a ONG prefere trabalhar com a ideia de precaução. Outra peça criada pela Preventable mostra uma bicicleta e um capacete dizendo: “Você provavelmente não imagina que pode precisar do capacete hoje”.

“A chave para reduzir ferimentos graves é mexer com comportamento e atitudes. Procuramos fazer os motoristas pensar antes de agir e tomar decisões de direção segura, ao mesmo tempo ensinamoss às crianças que a segurança viária salva vidas”, afirmou David Dunne, diretor da Traffic Safety Foundation e porta-voz da Preventable. Os acidentes de carro são a primeira causa de morte por razões externas na faixa etária de 1 a 44 anos no distrito de British Columbia, onde fica Vancouver. “A maior ameaça para os escolares são as manobras dos próprios pais, que fazem retornos na via, param em locais proibidos, dão ré em travessias de pedestres, avançam o sinal e ignoram os avisos de proximidade de escolas”, enumerou Dunne. “Esta ilusão em 3D nos lembra de mudar nossa atitude e dirigir como se esperássemos que uma criança surgisse a qualquer momento”.

Via Terra.