Por: Sistema Por Acaso | 3 anos atrás

00000082

Sem utilização desde janeiro, as câmeras de segurança de Jaraguá do Sul devem voltar a funcionar nesta semana. Isso porque apenas dez equipamentos estavam em funcionamento e o restante estava em fase de instalação do sinal.

A suspensão do serviço aconteceu devido à decisão de que o governo do Santa Catarina seria responsável por contratar uma empresa de transmissão do sinal, pelo Projeto Bem-te-vi, da Secretaria de Segurança do Estado de Santa Catarina (SSP), permitindo uma rede de monitoramento estadual.

O processo esteve travado até setembro, porque uma das empresas perdedoras entrou com recurso contra a licitação. Logo em seguida, a Justiça liberou parte do pregão, que inclui o lote de Jaraguá do Sul. A empresa Unifique é a responsável pelo trabalho de instalação de fibra óptica.

Jaraguá do Sul teve prioridade na instalação, poque a cidade já contava com as câmeras instaladas e também tem uma rede de fibra óptica de empresas de telecomunicações – no total, são 160 quilômetros de cabos.

A Prefeitura de Jaraguá do Sul realizou a compra de peças para o conserto de 15 equipamentos, que estavam danificados. Segundo o diretor de Trânsito Rogério Luiz Kumlehn, a licitação para contratar a empresa que fará o serviço já foi lançada.

Região interligada

Além de Jaraguá do Sul, os municípios de Corupá, Massaranduba, Schroeder e Guaramirim foram incluídos no Projeto Bem-te-vi. Além da previsão de aumento no número de equipamenos, o que já está definida é a integração do monitoramento das cinco cidades, que deve ser feita no começo de 2015.