Por: João Marcos | 5 anos atrás

A CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara aprovou, na manhã de hoje, o texto base do projeto que cria uma cota de 40% para a venda de ingressos com meia-entrada em eventos artísticos, culturais e esportivos. A proposta tem caráter conclusivo e poderia seguir diretamente para o Senado, mas deputados pretendem recorrer pedindo votação em Plenário porque querem retirar os idosos do limite de ingressos a serem vendidos pela metade do preço.

O projeto regulamenta a cota de meia-entrada para estudantes, jovens de baixa renda, portadores de necessidades especiais e idosos em cinemas, teatros, eventos esportivos (exceto Copa das Confederações deste ano, Copa do Mundo de 2014 e Olimpíadas de 2016) e culturais.

No projeto, os jovens considerados de baixa renda deverão obedecer a regra de ter entre 15 e 29 anos e ser inscrito no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal), cuja renda familiar mensal seja de até dois salários mínimos.

Com isso o preço dos ingressos de shows e espetáculos pode baixar entre entre 20% e 35% em solo nacional, chegando um pouco mais perto dos valores dito “justos” pelo público de forma geral.