Por: João Marcos | 5 anos atrás

Ainda sem data de lançamento definida, músicos de Jaraguá do Sul decidiram produzir o primeiro álbum da banda

Antes de começar o show, um grupo de músicos de Jaraguá do Sul sempre procura sentir a atmosfera do local. Eles gostam de perceber o ambiente e, então, se adaptam ao lugar, como um camaleão. Contudo, semelhante aos robôs, cada integrante da banda está programado para executar apenas uma função: tocar o que gosta.

Essa é a ideia que une a guitarra, baixo, bateria e vocal da banda Camaleão Robô. Desde setembro de 2010, quando o grupo se formou, os músicos trabalham em composições e chegaram a gravar algumas bases. Mesmo com algumas gravações de baterias e guitarras prontas, as mudanças na formação do grupo, entre outros contratempos, colocaram as músicas na gaveta. Três anos depois, eles decidiram retomar o projeto do primeiro álbum da banda.

“Algumas músicas nós já tocamos nos shows. Outras estão amadurecendo, recebendo arranjos. Enfim, é um processo lento, que acredito que ainda vá levar um tempo”, disse o vocalista Tiago Wickmann. Na atual fase do projeto, a pré-produção, as novas composições também estão ganhando corpo e são experimentadas no palco.

Wickmann afirma que não será um álbum conceitual, contudo, cada música deve falar sobre um tema específico. “Tudo que vivemos nos influencia de alguma forma e se reflete nas músicas”, explica Ainda não estão definidas quantas faixas vão compor o disco, nem qual será o selo.

Para o próximo semestre, a banda pretende alçar voos para outras cidades catarinenses. Em Jaraguá do Sul, já estão fechados shows mensais no Sacramentum Pub. Pela região, a agenda está concentrada em cidades como São Bento do Sul, Pomerode, Joinville, Blumenau, Barra Velha, Itajaí, Timbó, Corupá e São Francisco do Sul.

Via OCP Online