Por: Isah Sanson | 6 anos atrás

A Caixa Econômica Federal suspendeu a veiculação do comercial de comemoração dos seus 150 anos, em que um ator branco interpretava o escritor Machado de Assis. O presidente do banco, Jorge Hereda, falou em nota que a Caixa “pede desculpas a toda a população e, em especial, aos movimentos ligados às causas raciais, por não ter caracterizado o escritor, que era afro-brasileiro, com a sua origem racial”.
Veja o comercial que foi suspenso na TV: 


Em tempo: Machado de Assis não somente era negro, como também viveu muitas dificuldades financeiras em seus últimos anos de vida. A imagem repassada pelo comercial era, no mínimo, inapropriada por estes dois “detalhes”.