Por: Ricardo Daniel Treis | 6 anos atrás

Três fotos ilustrando bem como tá nosso centrão no primeiro dia de estacionamento rotativo:

Vagas

Então, quem ocupava as vagas antes: os clientes ou os próprios comerciários? 

Há excessões, mas é difícil pensar que o pessoal veio trabalhar de bicicleta, ônibus ou a pé. Os carros que antes aí ficavam agora certamente estão em outros lugares fora da área nobre. Faltou bom senso e sobrava preguiça… Não fosse isso, a zona azul seria desnecessária.

Agora são os clientes quem devem pagar, e o comércio dos bairros agradece.


E há quem considere a cifra cobrada fútil, mas convenhamos, o procedimento é um pé no saco. Fora que exige tempo extra.