Por: João Marcos | 4 anos atrás

Quem esteve no último sábado assistindo a partida no João Marcatto, viu um jogo com roteiro de filme – literalmente.

Primeiro a estrutura: os responsáveis pelo Torneio capricharam, telão pra galera não perder um lance sequer, narração e transmissão ao vivo, distribuição de brindes e barulho, muito barulho.

Dá uma olhada em como foi a  entrada da equipe no jogo:

[youtube_sc url=”http://youtu.be/lIX00W-KCNs” width=”640″ autohide=”1″]

Agora, o roteiro de filme como eu mencionei acima. Sabe aquela história de que o time da casa sai perdendo, luta até o fim, faz de tudo pra virar o jogo e não consegue. Aí, num último lance de desespero, na última cartada… TOUCHDOWN!

Sim, foi exatamente isso que aconteceu no sábado.

breakershpavanteeok

O LANCE

Faltando 20 e tantos segundos pro fim, o Breakers perdia por 11×8. Chegou a hora da última subida da equipe no último quarto do jogo, era tudo ou nada. Em uma dividida, a bola se soltou, Jacob Payne agarrou e conseguiu virar o jogo. A partida terminou em 15 a 11 pro time jaraguaense.

Foi coisa linda, achei que o estádio – e os mais de 5000 torcedores presentes – explodiriam com aqueles pontos. Aí o field goal fechou a tampa do caixão e os quebradores puderam soltar o grito.

Pela primeira vez, o título do Torneio vem para uma equipe catarinense – e não tem cara de que vai sair daqui por um bom tempo hein.

#GoBreakers!