Por: Sistema Por Acaso | 3 anos atrás

16150043450518 (1)

Depois do falecimento do homem de Alexander Imich, o homem mais velho do mundo, há pouco mais de um mês, pode ser que o título passe para as mãos de um brasileiro. Bem, isso se a casa de repouso onde o centenário vive conseguir arrecadar o dinheiro necessário para a realização de um teste de datação por carbono-14 para comprovar a idade do velhinho.

José Aguinelo dos Santos é um cearense filho de escravos, segundo ele, nascido no dia 7 de julho de 1888, num quilombo localizado em Pedra Branca. Isso significa que Zé teria 126 anos de idade.

A certidão que comprova a versão de José

A certidão que comprova a versão de José

Zé nasceu apenas dois meses após a escravidão ser abolida no Brasil, tinha 26 anos quando a Primeira Guerra Mundial começou, 57 quando a Segunda Guerra terminou e já havia se aposentado — aos 65 anos — quando a Rainha Elizabeth II da Inglaterra foi coroada em 1953. Além disso, se a data de nascimento de Zé for confirmada, isso significará que ele tinha 52 anos quando Pelé nasceu, e 62 quando a Copa de 1950 aconteceu aqui no Brasil.

Contudo, para comprovar a data de nascimento do supercentenário e eliminar qualquer sombra de dúvida sobre sua idade, o presidente do asilo onde Zé mora deseja realizar o teste do carbono-14, cujo custo ronda os R$ 50 mil. Independente dessas formalidades, quando perguntado sobre o segredo de sua longevidade, José — que fuma um maço de cigarros por dia e nunca se casou ou teve filhos — revelou que chegou a essa idade porque “viveu muito”.

Fonte.