Por: Isah Sanson | 7 anos atrás

Da coluna do Rubens Herbst, no AN:

Pra quem acha que o Brasil ficou novamente a ver navios com as não indicações de “Tropa de Elite 2” e “Rio”, é melhor olhar direito. O País tá representado, sim, e duas vezes na categoria melhor animação. Carlinhos Brown e Sergio Mendes emplacaram o tema musical de “Rio”, enquanto a produção franco-americana “Chico & Rita” (foto) tem na equipe técnica Marcelo de Moura, supervisor das cenas que ficaram a cargo do estúdio de animação brasileiro Lightstar Studios. Aliás, este será o segundo ano seguido que a Lightstar coloca seu trabalho no Oscar, depois da indicação a “Brendan e o Segredo de Kells” no ano passado. Falando em animações, o estranhamento pela não indicação de “As Aventuras de Tintim” tem uma explicação: filmes feitos a partir da captação de movimentos, como é o caso do filme de Steven Spielberg, não são elegíveis nessa categoria do Oscar. Poderia entrar na discussão sobre se Andy Serkis poderia ser indicado a melhor ator pelos gestos e expressões do protagonista animal de “O Planeta dos Macacos: Origem”.