Por: Sistema Por Acaso | 4 anos atrás

boonline

Cerca de 40% do atendimento na delegacia da Comarca poderia ser feito pela internet

Criada há mais de dez anos, a delegacia eletrônica ainda é pouco usada na região de Jaraguá do Sul. O sistema permite registrar a perda de documentos, furto de celular, fazer denúncias e relatar danos provocados por fenômenos naturais, e foi utilizado por 1.854 pessoas no ano passado. O serviço está disponível na internet pelo site da Policia Civil de Santa Catarina e o documento tem a mesma validade do boletim feito pessoalmente em uma delegacia.

A comodidade e facilidade para registrar a perda de um documento ou o furto de celular são os principais benefícios do serviço, segundo o delegado regional Uriel Ribeiro. “Serve para que a pessoa possa buscar seus direitos, refazer um documento ou cancelar um serviço de telefonia. A pessoa não precisa ir na delegacia e enfrentar fila, e pode fazer a qualquer hora e dia.” Já para os casos de ameaça e denúncias, ele explica que o boletim eletrônico é enviado por e-mail à respectiva delegacia responsável. “A investigação tem o mesmo procedimento. A vítima é chamada para prestar depoimento, assim como possíveis testemunhas”, diz Ribeiro.

Nos primeiros dois meses desse ano, 348 pessoas fizeram boletins de ocorrência através da delegacia eletrônica. A procura maior é pelo registro de perda de documentos, que teve um recorde em 2012, com 1.522 casos relatados pela internet. Na Delegacia da Comarca, a estimativa é de que 40% dos atendimentos feitos pessoalmente poderiam ser resolvidos pela internet. “E o efeito é o mesmo e o documento tem a mesma validade”, diz o delegado titular, Adriano Spolaor.

Contra-indicação: Quando se trata de ameaça, principalmente contra a mulher, o registro eletrônico não é a melhor opção. “Vir pessoalmente é melhor, pois há um tratamento diferenciado na delegacia especializada”, sugere a delegada Milena de Fátima Rosa, da DPCami. “Explicamos as consequências sobre o registro, fazemos o pedido de um exame pericial se for o caso e explicamos melhor como funciona a denúncia. E quando é um caso urgente, certamente na delegacia o procedimento é mais rápido.”

Fonte: OCP Online.