Por: Ricardo Daniel Treis | 7 anos atrás

Tenho uma mania das peculiares que é o fato de dormir mais à vontade com algum “ruído molhado” rolando de fundo. Sabe a sensação de relaxamento que o barulho de chuva provoca, não? Pois é, eu entro nesse zen até com som de máquina de secar roupa.

Mas papo além desse meu poder mutante, fato é que existem frequências que mexem com o cérebro da gente, e como já visto em alguns posts bizarros aqui no passado, existem sons que conseguem até emular uma chapeira por cannabis (o que é um grande exagero de quem lançou o negócio, na verdade).

()o cére­bro humano tra­ba­lha em deter­mi­na­das freqüên­cias de acordo com seu estado de cons­ci­ên­cia; temos uma freqüên­cia enquanto dor­mi­mos (< 4 Hz) , enquanto vamos ao banheiro (7-13 Hz) ou enquanto joga­mos video-game (> 40 Hz). Se mer­gu­lhar­mos nosso incons­ci­ente em ruído com a mesma freqüên­cia, for­ça­mos o cére­bro a tra­ba­lhar no estado em que dese­jar­mos, como suge­rem estu­dos cien­tí­fi­cos()

E binaural beats é o resultado do estudo da influência de duas frequências quase iguais, uma para cada ouvido (ou lado do fone) nesse estímulo ao cérebro, simulando efeito de sono, euforia, relaxamento, etc.

Tinha uma noção da existência disso, e como agora meu ar-condicionado (mesmo em modo ventilação) tornou-se inapropriado pra barulhar o quarto quando quero dormir, fui atrás de uns aplicativos binaural pra ver o que acontecia. O melhor (gratuito) que encontrei foi este: AmbiScience.

AmbiScience

Ontem caí no sono ouvindo essa coisa de “chuva num templo budista”, e digo, é uma grande doideira. As frequências no app podem ser ampliadas conforme a intenção: concentração, meditação, relaxamento e soneca.

Procura no iTunes que tem, e a busca por “binaural” dá bastante coisa. Se quiser um .ipa do AmbiScience tem aqui ó.


No YouTube também tem algumas coisas para experimentar, dá uma olhada